Entenda quais são os 5 principais módulos de um ERP

4 minutos para ler

Os módulos de um ERP englobam dados e processos que são determinantes para o sucesso da empresa. Na prática, trata-se do Enterprise Resource Planning (ERP), que contém informações de cada setor de um negócio, desde o sistema de produção inicial até as estratégias do pós-vendas.

A escolha de um bom software de gestão é fundamental para aumentar a competitividade por meio do levantamentos específicos de dados que colocam o seu trabalho à frente da concorrência. Dentro desse contexto, os módulos criam sequências lógicas no desenvolvimento das atividades em visões de segmento e departamento.

Quer saber mais? Vamos mostrar 5 módulos de ERP que são os mais usados no sistema de gerenciamento. Acompanhe!

1. Módulos Operacionais

Os módulos mais importantes são os que envolvem operações responsáveis por prestar um serviço de qualidade ao cliente. Como o próprio nome diz, tudo gira em torno das atividades do dia a dia, que costumam ganhar particularidades conforme o setor de atuação da empresa. Veja, a seguir, os principais:

  • gerenciamento de estoque;
  • armazenagem e distribuição;
  • custos envolvidos no negócio;
  • contabilidade;
  • planejamento;
  • controle de orçamento;
  • administração das frotas;
  • contratos;
  • informações fiscais;
  • excelência na prestação dos serviços;
  • RH;
  • controle de produção.

2. Módulos táticos

Também chamados de verticais, os módulos táticos estão relacionados aos setores específicos do mercado. O principal objetivo, aqui, é garantir maior controle e uma espécie de padronização dos processos.

Assim, a partir desse gerenciamento estratégico, fica mais fácil tomar decisões e aumentar a competitividade em longo prazo. Sem contar que os resultados apresentados auxiliam os gestores na hora de analisar informações. Conheça, abaixo, os principais pontos dos módulos táticos:

  • automação comercial;
  • gestão educacional;
  • gestão administradora;
  • gestão de acervos.

3. Módulo de contratos

Gerir um grande número de contratos pode ser um desafio e tanto, não é mesmo? Em uma situação de sobrecarga, alguns detalhes essenciais do relacionamento com os clientes, fornecedores e colaboradores acabam passando despercebidos, e muitos problemas acontecem por conta desse tipo de falha.

Como forma de garantir o alinhamento no trabalho e, até mesmo, prezar pela segurança financeira de sua empresa, esse módulo permite acesso a todos os detalhes dos documentos com praticidade. Outro ponto importante está em fazer controle dos pagamentos e se planejar futuramente com um levantamento dos contratos que estão para expirar.

Powered by Rock Convert

4. Módulo de faturamento

A complexidade envolvida nesse setor é determinante para que o módulo de faturamento se torne indispensável. Isso porque a obrigatoriedade da emissão da nota fiscal exige que a empresa tenha atenção especial com as informações vinculadas e gerencie de perto cada detalhe.

Esse formato permite uma integração direta com a Secretária da Fazenda, que é responsável pela emissão da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e). É importante lembrar que todas as regras fiscais de faturamento devem ser registradas e auditadas. Além disso, a legislação tributária nacional exige que a empresa faça um levantamento diário das regras dos locais para onde serão destinados os produtos.

5. Gestão de relacionamento com o cliente

Esse módulo agrega muito valor ao trabalho por trazer métricas baseadas no relacionamento entre empresa e cliente. Ou seja, ajuda a medir o nível de satisfação e a melhorar brechas que podem ser contadas como problemas na prestação de serviços.

Além dos registros de cada nome na lista de maneira precisa, ainda é possível fazer um gerenciamento completo do pré e pós-vendas. O processo cria um relacionamento de confiança entre ambas as partes, representando o aumento do engajamento para desenvolver novas soluções de atendimento.

Por esse motivo, manter tudo sob controle, quando se trata desse setor, é o que permite o crescimento no mercado de maneira geral, com estratégias certeiras.

Pronto! Agora você já conhece os principais módulos de um ERP. O mais importante é escolher uma boa empresa prestadora de serviços para identificar exatamente o que seu negócio precisa. Avalie o tempo de mercado, a credibilidade no segmento e, em especial, a qualidade do trabalho. Só assim, será possível encontrar soluções personalizadas que fazem muita diferença nos resultados.

Gostou das informações do artigo? Então, leia também como a gestão EPR pode diminuir custos e otimizar tempo na administração do dia a dia.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário